Últimas Postagens

Os 10 Mandamento no Casamento

By 20:49


Os Dez Mandamentos é o nome dado ao conjunto de leis que, segundo a Bíblia, teriam sido originalmente escritos por Deus em tábuas de pedra e entregues ao profeta Moisés. Eles são a base da moral católica e, segundo as próprias palavras de Jesus, quem ouve os seus mandamentos e os coloca em prática “tem a vida eterna” (Mt 19,16-21).

Certamente se aplicássemos essas leis em nossa vida conjugal, não haveria tantos divórcios e inúmeras famílias desestruturadas. Por essa razão, a proposta deste texto é sugerir que levemos os preceitos cristãos para o nosso lar, a fim de que o nosso casamento também “tenha vida eterna.”

Vamos lá?

Mandamento 1 : “Amar ao próximo como a si mesmo”.

Parece difícil, não? Mas com um pouquinho de esforço, conseguimos colocá-lo em prática. Se amarmos nosso cônjuge como nos amamos, brigas, desentendimentos banais que só geram tristeza, não mais farão parte da nossa vida.

Mandamento 2  :  Não Grite

Ainda que nos irritemos, que nos zanguemos profundamente, não devemos gritar. Observe que mesmo tendo razão em suas queixas, aquele que se exalta nas palavras a perde facilmente, pois tenta se sobressair na discussão pelo tom de voz. Normalmente quem grita deixa escapar o que não deve ou não quer falar.

Mandamento 3 : Perca a briga

Perder uma briga no casamento é muito melhor do que estender a briga e levar a separação. Quando você perde uma briga e encerra a discursão, seu relacionamento ganha,  e seus filhos agradecem

Mandamento 4 : Se for preciso, critique, mas com Amor

É importante deixarmos claro que desaprovamos o fato em si, não a pessoa.  Por exemplo, de nada valerá para o aperfeiçoamento da relação se houver uma reprovação direta àquele que deixou a toalha molhada em cima da cama. Se dissermos que ele é desleixado, ou coisas do gênero, só estaremos ofendendo o outro. Por que não chamarmos a atenção para a cama que ficou molhada ou desarrumada, e para o trabalho que teremos para resgatarmos a situação inicial: cama em condições propícias para o desfrute imediato dos parceiros.

Mandamento 5 : Perdoe

O quinto mandamento propõe a libertação de mágoas cujos fatores que as desencadearam ficaram lá trás. O que passou, passou. Não se deve remoer o passado, a vida é daqui para frente, precisamos perdoar as falhas cometidas numa época em que não conhecíamos determinados valores essenciais para uma existência plena, como a palavra de Deus.

Mandamento 6 :  Não durma sem chegar a um acordo

Tente resolver os conflitos o quanto antes. O diálogo é a melhor maneira para o esclarecimento e a finalização das divergências. Há casais que se deitam sem se falar, ficam emudecidos durante dias, o que contribui para o agravamento do problema. A solução imediata das discrepâncias entre os casais só contribui para o fortalecimento da relação, evitando mágoas e ressentimentos devastadores.

Mandamento 7 : Trate o outro como você quer ser tratado

A #vidaA2 é marcada pelos detalhes, por nossas pequenas atitudes em relação ao outro no dia a dia. Se no tempo de namoro agíamos de forma gentil, carinhosa e amorosa com nosso companheiro, por que não podemos continuar nesse ritmo? É preciso que se resgate essa manifestação de afeto para que o casamento não vá minando a cada instante. Assim, devemos ser atenciosos com nosso parceiro e tratá-lo como gostaríamos de ser tratados. Quanto mais amor plantamos, mais colhemos. Não existe matemática mais perfeita na #vidaA2.

Mandamento 8 : Faça atos de bondade com seu Amor

Aliás, ser amável, bom, afetivo não engrandece apenas o casamento, mas o mundo. Devemos estar atentos a esse fato a todo instante e nos entusiasmarmos com a ideia de que o outro ficará muito feliz com uma palavra de carinho inesperada, com uma mensagem de amor, com um toque ou um beijo diferente. Essas atitudes só tendem a aproximar o casal ainda mais.

Mandamento 9 – Peça desculpas

Precisamos ficar atentos  sobre a importância do pedido de desculpas diante de uma falha, de um mal-entendido. Há quem tenha dificuldades em reconhecer seus erros e consequentemente pedir perdão. Mas essa atitude é fundamental para o amadurecimento do matrimônio. Numa convivência A2 os parceiros devem ser de fato “parceiros”, devem estar lutando por um mesmo ideal, e não comprometê-lo em função de sentimentos travados que causam ainda mais danos naquele que aprisiona uma culpa passível de libertação.  Assim, sempre que necessário, o pedido de desculpas é muito bem-vindo, ele deixará claro que se está lutando por um relacionamento melhor.

Mandamento 10 :  Coloque Jesus no seu casamento

O décimo mandamento é o mais importante para que o matrimônio seja vitorioso: ter Jesus como elo da relação.  Quando Jesus é o elo da vida do casal, este fica amparado, não enfrenta sozinho a complexa jornada da #vidaA2 e passa a receber suporte daquele que instituiu o casamento, daquele que é o maior fã, o maior incentivador da família.

Mas para que Jesus nos auxilie em todos os momentos dessa caminhada, é necessário que O deixemos entrar em nossos lares e participar realmente da nossa vida. Esse é o desejo do Mestre. Em Apocalipse 3:21, Ele diz: “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” Observamos, na passagem bíblica, que disposição o Senhor tem de sobra para nos acompanhar nessa estrada, entretanto, será que temos deixado isso acontecer ou temos nos negado a recebê-Lo em nossos lares?

Quem sabe esta não é a hora de termos Jesus em nossa mesa durante as refeições ou enquanto realizamos tarefas cotidianas; em nossas conversas com o cônjuge ou com os filhos. Enfim, ter o Mestre por perto é garantia de um casamento abençoado e protegido, é pré-requisito para que o casal se torne uma só carne e alcance uma vida plena. Assim, homem e mulher poderão dizer ao mundo que são: casados para sempre.


VEJA TAMBÉM

0 comentários

Críticas construtivas serão sempre aceitas, mas comentários com palavrões/chingamentos serão automaticamente excluídos!