Últimas Postagens

Mulher levou tiro na cabeça

By 11:00


“Na quarta-feira, dia 11 de Janeiro de 2017, eu saía da casa do meu tio, de carro, com meu neném, de um ano e oito meses, quando fui abordada por um assaltante armado. Ele desceu de um barranco que ficava perto da casa e apontou a arma na minha cabeça pela janela do carro, mandou que eu calasse a boca e eu tive medo de ele querer me mandar entregar o meu filho, então tranquei o carro e clamei a Deus, fechei as travas das janelas e acelerei, quase passando por cima dele. 

Desci para entrar na avenida e ouvi um barulho na cabeça, senti o baque e o olho começou a fechar, percebi o sangue descer e continuei assim mesmo, com muito medo. Conforme eu dirigia, tonteei e coloquei a mão na testa, foi quando percebi que o ladrão havia me atingido com um tiro, na cabeça e eu sangrava, sem estar morta. Meu olho fechava e eu fui dirigindo até passar por uma ladeira e uma vala, então encostei e clamei a ajuda de Deus para não morrer e que Ele me desse forças para que eu conseguisse dirigir até a casa da minha mãe”, relata a moradora de Divinópolis, Minas Gerais, Valquíria de Castro Vieira, de 31 anos, sobre o que lhe aconteceu.

Vítima do tiro, Valquíria ainda conseguiu conduzir, com a ajuda de Deus, o carro até a casa da mãe dela. “Minha esperança é que minha mãe cuidasse do meu filho, porque eu pensei que iria morrer. Dirigi dez quarteirões, lesionada com o tiro na cabeça e o sangue grosso escorrendo pelo meu rosto”.
Segundo Valquíria, ela recebeu ajuda antes de alcançar a casa da mãe. “Precisei parar em um posto de gasolina que encontrei no caminho, tanto pela tontura quanto pelo sangue e a dor e o combustível. Nisso, uma viatura de polícia me abordou e eu contei a história a eles. Um perito analisou o carro e disse que eu podia agradecer a Deus, porque o tiro não foi letal. A bala ricocheteou de alguma forma na minha cabeça, no meu crânio, depois no carro, como se minha testa fosse de ferro”.

Valquíria recebeu cuidados médicos e uma cirurgia com alguns pontos para suturara ferida. A bala foi encontrada dentro de seu carro. “Foi Deus quem me protegeu e a mão Dele quem me sustentou e me guiou até a ajuda, que guardou a minha vida e a vida do meu filho, sou muito grata ao Senhor”. Ainda com os pontos na testa devido à cirurgia recente, Valquíria testificava o milagre, para glória de Deus. “O Senhor Jesus é tudo na minha vida”.

VEJA TAMBÉM

0 comentários

Críticas construtivas serão sempre aceitas, mas comentários com palavrões/chingamentos serão automaticamente excluídos!