Últimas Postagens

O anjo de Deus te fortalecerá

By 12:00


Em I Reis 19, um profeta, um homem de Deus, faz chover, através da fé. Elias o fez e pediu que o rei Acabe comemorasse, porque a chuva viria. A rainha, esposa de Acabe, possuía um ódio de morte pelo profeta Elias. Mas aconteceu como ele falou. Por sete vezes, Elias orou para que chovesse e nada aconteceu. 

Temos fases na vida em que, por mais que busquemos, orando, as notícias ainda assim não são boas e nenhum de nós escapa dessas épocas. Elias vivia essa época e, a cada oração que ele fazia e terminava, chamava seu servo e perguntava se havia a chuva ou, pelo menos, nuvens no céu, um sinal.


Perdoe-me, igreja, mas Deus não gosta de dar sinais da presença Dele, porque Deus quer que o justo viva pela fé e viver pela fé é viver sem sinal, com a certeza absoluta que o Deus da glória sabe e controla tudo. Elias perguntava de sinais até que o servo viu uma pequena nuvem, do tamanho da mão de um homem no céu.


Com fé, Elias disse para que o rei fosse avisado a descer depressa, porque choveria muito e choveu mesmo, tudo por causa da palavra de Elias. 


No dia seguinte, Jesabel, a rainha, mandou um recado para Elias, que Deus poderia fazer o que quisesse com ela. Deus não, deuses, pois é esperado que uma rainha possua sabedoria, mas ela era ignorante, pois não existem deuses, só há um Deus. Jesabel disse que mataria Elias e arrancaria sua cabeça. 


O homem que acabou de fazer chover teve medo. O homem é tão insignificante que, mesmo depois de tantas maravilhas operadas através da vida dele pelo Poder de Deus e, ao ouvir que uma mulher o mataria, decidida, ele tremeu. Jesabel matou antes vários profetas e as notícias ruins chegavam. São essas notícias ruins que atrapalham a vida das pessoas. Os médicos, os jornalistas, as autoridades políticas, os líderes nas igrejas, os amigos... Você ouve tantas notícias ruins, absorve elas e deixa de viver o sobrenatural pelo natural, por preocupação.


O que Jesabel nem cogitou é que ninguém faz nada se Deus não quiser. O próprio Elias se esqueceu disso. Não há quem possa medir forças com Deus, é a maior besteira achar que podemos alguma coisa, pois só aqueles que Deus permite, que podem fazer alguma coisa, porque até isso, o direito de fazer, é Deus quem dá.



O diabo mostra a realidade para você, mesmo sendo mentiroso. A intenção é nos desestimular, para que olhemos para o problema, não para Deus, para que pensemos que não tem mais jeito. Não é assim, porque o justo vive da fé.

Elias fugiu para tentar salvar sua vida, sem lembrar que salvar é exclusividade de Deus. Ele fugiu para o deserto, andou um dia inteiro e, no deserto, nunca encontramos nada do que precisamos. Entre muitos presentes na igreja, já temos experiência com o deserto, a fase que só nos resta orar e esperar em Deus o agir. Quando essa fase passa, não sabemos nem explicar como tudo se resolveu. 

Embora estivesse anos luz a nos em fé e esperança, Elias falhou, pois todo ser humano, em algumas situações, tem medo. Deus permitiu que Elias tivesse medo para falar com ele. Elias chegou a pedir a morte. Deus realizou tantos milagres através da vida dele, assim como nós vemos tantos milagres hoje, mas algumas coisas ainda nos dão medo. Por ver tantos milagres, Elias em algum momento sugere que se sentiu melhor que os pais, mas naquele momento, ele sentiu a verdade, que ninguém é nada, desconsolado. Um sujeito com tanta unção, marcado pelo medo de uma rainha. Não é fácil, igreja, diante da dificuldade, da perseguição.


A angústia, o desespero, o pavor da fase difícil, fez Elias pedir a morte. Se você vive uma fase difícil, não peça a morte, nem pense que é o fim, apenas ore e espere. Nessas situações, achamos, como Elias, que estamos sozinhos e ninguém está conosco ou pode nos ajudar. Elias achou que somente ele tinha sobrevivido a Jesabel, que estava perdido, mas ouviu depois de Deus que havia sete mil homens sobreviventes que falavam do amor de Deus. A pessoa se perturba tanto com as adversidades que acha que está só na batalha. 


Elias dormiu e a palavra de Deus nos diz que, quem ama ao Senhor e Ele ama, dormindo, recebem vitória e visita Dele. Ver o milagre não é o importante, mas sim que ele aconteça. Ele foi acordado por um anjo, no deserto, no fundo do poço, inconsolado, derrotado. Elias podia achar que encontrou seu fim, mas o fim, Deus quem dá e Ele entrega o final que desejamos. A aflição é apenas o fim de um capítulo. 


O anjo tocou Elias e, quando o anjo toca, algo bom acontece. Hoje, o anjo toca com a palavra de Deus, sabemos disso quando sentimos que a palavra fala ao nosso coração. E, se ele tocar, levanta e come, porque chegou a hora do seu alimento. O pastor é o anjo da igreja e tudo o que ele fala é para sua vida. Deus, em sua humildade, entregou o pão cozido para Elias, o anjo era só o garçom. 


Quando o anjo te tocar, é porque seu pão já está assado, sobre as pedras. Se a palavra fala a seu coração, não durma não, porque o pão está chegando. Nós temos de nos alimentar dia e noite das coisas de Deus, estar bem nutridos, porque nosso caminho é longo. Com a força do pão e da água, Elias andou quarenta dias e quarenta noites sem parar. Se qualquer um de nós, só com pão e água, andarmos dois dias no deserto, já cairemos. O que diferencia aqui é que o pão e a água são espirituais. A matéria precisa, mas o espiritual está acima de tudo.



Fique atento ao toque do anjo. Elias foi tocado duas vezes antes de sair para caminhar. Elias comeu, bebeu e ficou forte e não foi a comida que o fez conseguir superar o deserto. Foi o poder de Deus, através da palavra. Levante, acredite, tenha bom ânimo, continue orando e espere em Deus, caminhe, porque o toque do anjo e seu sustento chegaram. Nós não podemos escrever o roteiro do filme, mas sabemos que Ele terminará do jeito que o Pai determinou.


Igreja Mundial do Poder de Deus

VEJA TAMBÉM

0 comentários

Críticas construtivas serão sempre aceitas, mas comentários com palavrões/chingamentos serão automaticamente excluídos!