Últimas Postagens

A História do Chocalho

By 12:00


Chocalho é o nome genérico para vários instrumentos musicais, mais precisamente idiofones de agitamento, que consistem num recipiente oco que contém pequenos objetos no seu interior. Entre os instrumentos que se podem considerar como chocalhos, temos o chocalho propriamente dito, as maracas, o ganzá, o caxixi, o xique-xique, o naná etc.



O chocalho é um instrumento antigo, que remonta da Idade Média. Era utilizado para conduzir e ajudar a guarda do gado. Desde o século XVI, os chocalhos eram utilizados no Rio de Janeiro pelos índios em festas e cerimônias diversas. Ainda no século XIX o pintor e desenhista francês Jean-Baptiste Debret registrou em uma gravura de seu livro Viagem pitoresca e histórica ao Brasil, onde índios se preparavam para uma festa, um tipo de chocalho indígena.

Ao ser agitado, o chocalho produz um som que se origina do atrito entre as peças, ou delas com a parede do próprio instrumento.

O chocalho propriamente dito consiste num cilindro comprido oco, geralmente de metal, com objetos no seu interior (conchinhas, miçangas, sementes etc.). O seu nome em inglês é shaker e é com esse nome que o instrumento é conhecido em Portugal. É muito usado no samba e na bossa nova e em festas populares brasileiras, como o carnaval brasileiro. A partir da década de 50, começou a ser muito difundido em conjuntos musicais.
  

As maracas são chocalhos típicos de alguns povos ameríndios.

Os chocalhos pode ser confeccionados também artesanalmente, com latas e pedras.

A palavra também é utilizada para designar uma soalheira usada em batucadas de samba.

Existem também chocalhos de plástico, para entreter bebês.

Também se dá o nome de chocalhos a uma espécie de pequenos sinos que os animais de rebanho correntemente usam para mais facilmente serem localizados pelos pastores.

Fonte: Musiteca

VEJA TAMBÉM

0 comentários

Críticas construtivas serão sempre aceitas, mas comentários com palavrões/chingamentos serão automaticamente excluídos!