Últimas Postagens

Ore, busque e jejue

By 12:30

“E sucedeu que, depois disto, os filhos de Moabe, e os filhos de Amom, e com eles outros dos amonitas, vieram à peleja contra Jeosafá.

Então vieram alguns que avisaram a Jeosafá, dizendo: Vem contra ti uma grande multidão dalém do mar e da Síria; e eis que já estão em Hazazom-Tamar, que é En-Gedi. Então Jeosafá temeu, e pôs-se a buscar o Senhor, e apregoou jejum em todo o Judá. E Judá se ajuntou, para pedir socorro ao Senhor; também de todas as cidades de Judá vieram para buscar ao Senhor. E pôs-se Jeosafá em pé na congregação de Judá e de Jerusalém, na casa do Senhor, diante do pátio novo. E disse: Ah! Senhor Deus de nossos pais, porventura não és tu Deus nos céus? Não és tu que dominas sobre todos os reinos das nações? Na tua mão há força e potência, e não há quem te possa resistir. Porventura, ó nosso Deus, não lançaste fora os moradores desta terra de diante do teu povo Israel, e não a deste para sempre à descendência de Abraão, teu amigo? E habitaram nela e edificaram-te nela um santuário ao teu nome, dizendo: Se algum mal nos sobrevier, espada, juízo, peste, ou fome, nós nos apresentaremos diante desta casa e diante de ti, pois teu nome está nesta casa, e clamaremos a ti na nossa angústia, e tu nos ouvirás e livrarás. Agora, pois, eis que os filhos de Amom, e de Moabe e os das montanhas de Seir, pelos quais não permitiste passar a Israel, quando vinham da terra do Egito, mas deles se desviaram e não os destruíram, Eis que nos dão o pago, vindo para lançar-nos fora da tua herança, que nos fizeste herdar. Ah! nosso Deus, porventura não os julgarás? Porque em nós não há força perante esta grande multidão que vem contra nós, e não sabemos o que faremos; porém os nossos olhos estão postos em ti. E todo o Judá estava em pé perante o Senhor, como também as suas crianças, as suas mulheres, e os seus filhos. Então veio o Espírito do Senhor, no meio da congregação, sobre Jaaziel, filho de Zacarias, filho de Benaia, filho de Jeiel, filho de Matanias, levita, dos filhos de Asafe, E disse: Dai ouvidos todo o Judá, e vós, moradores de Jerusalém, e tu, ó rei Jeosafá; assim o Senhor vos diz: Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão; pois a peleja não é vossa, mas de Deus. Amanhã descereis contra eles; eis que sobem pela ladeira de Ziz, e os achareis no fim do vale, diante do deserto de Jeruel. Nesta batalha não tereis que pelejar; postai-vos, ficai parados, e vede a salvação do Senhor para convosco, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã saí-lhes ao encontro, porque o Senhor será convosco. Então Jeosafá se prostrou com o rosto em terra, e todo o Judá e os moradores de Jerusalém se lançaram perante o Senhor, adorando-o. E levantaram-se os levitas, dos filhos dos coatitas, e dos filhos dos coratitas, para louvarem ao Senhor Deus de Israel, com voz muito alta. E pela manhã cedo se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; e, ao saírem, Jeosafá pôs-se em pé, e disse: Ouvi-me, ó Judá, e vós, moradores de Jerusalém: Crede no Senhor vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis; E aconselhou-se com o povo, e ordenou cantores para o Senhor, que louvassem à Majestade santa, saindo diante dos armados, e dizendo: Louvai ao Senhor porque a sua benignidade dura para sempre. E, quando começaram a cantar e a dar louvores, o Senhor pôs emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os das montanhas de Seir, que vieram contra Judá, e foram desbaratados. Porque os filhos de Amom e de Moabe se levantaram contra os moradores das montanhas de Seir, para os destruir e exterminar; e, acabando eles com os moradores de Seir, ajudaram uns aos outros a destruir-se. Nisso chegou Judá à atalaia do deserto; e olharam para a multidão, e eis que eram corpos mortos, que jaziam em terra, e nenhum escapou. E vieram Jeosafá e o seu povo para saquear os seus despojos, e acharam entre eles riquezas e cadáveres em abundância, assim como objetos preciosos; e tomaram para si tanto, que não podiam levar; e três dias saquearam o despojo, porque era muito. E ao quarto dia se ajuntaram no vale de Beraca; pois ali louvaram ao Senhor. Por isso chamaram aquele lugar o vale de Beraca, até ao dia de hoje. Então voltaram todos os homens de Judá e de Jerusalém, e Jeosafá à frente deles, e tornaram a Jerusalém com alegria; porque o Senhor os alegrara sobre os seus inimigos. E vieram a Jerusalém com saltérios, com harpas e com trombetas, para a casa do Senhor. E veio o temor de Deus sobre todos os reinos daquelas terras, ouvindo eles que o Senhor havia pelejado contra os inimigos de Israel. E o reino de Jeosafá ficou quieto; e o seu Deus lhe deu repouso ao redor.” Esta pregação, começarei a leitura de trás para frente, mas você irá entender, em uma leitura atenta. Esses versículos têm a ver com a vida de todos nós. Comecemos pelo verso trinta, pela última linha e depois voltamos ao início do capítulo. E isso me permite perguntar: o que queremos no final das contas? As pessoas procuram paz. O rico, o pobre, o trabalhador, o guerreiro, todo mundo quer ter paz. Deus concedeu a Jeosafá Paz em seu reino, porque Deus lhe guardou. Os reinos ao redor de Jeosafá não fizeram mais guerra contra ele. Naquela época, eram comuns guerras contra os povos estrangeiros, invasões de povos para roubar bens, mas Deus concedeu a Josafá paz em todos os lados.

Mas a paz tem de ser conquistada.

Você vê então que aquela paz que ele obteve no final só aconteceu quando ele obteve vitória sobre seus adversários. Você quer ter paz? Então, você tem que lutar. Os filhos de Amon e os filhos de Moabe vieram contra Jeosafá, vindos da Síria. Jeosafá teve medo e não faltam pessoas para trazer notícias ruins. Todos notavam que era uma grande multidão, muita gente que vinha contra ele. Quando ele recebeu a notícia, temeu. Muitas vezes, você passa por situações, como por exemplo, a notícia de um câncer, é natural que tenha medo de padecer com aquela doença miserável. O diabo gosta de trazer notícia ruim, se puder, ele exagera na notícia ainda. Manda um mensageiro que aumenta ainda mais o que já é ruim. A notícia, que não é boa, vem pior para a pessoa ficar mais atemorizada. Jeosafá, que era um homem temente a Deus, se pegou em Deus. Somos homens. Mesmo o Apóstolo, no meio do mar, teve medo do que viveu, à deriva. Nessas horas que temos de clamar por ajuda de Deus. Foi o que o Apóstolo fez. Quando ele sentiu que não tinha mais forças, para morrer, Deus deu o livramento para ele. Jeosafá, com medo também foi buscar ao Senhor e estabeleceu jejum para pedir socorro ao Senhor. O povo saiu de suas casas e foram buscar ao Senhor. Quando chamamos você para vir à igreja, é para fazer isso, buscar ao Senhor, porque aquilo ali não era só um problema de Jeosafá, eram de todos. Os inimigos invadiriam, roubariam, matariam, estuprariam. Aquele povo não vinha ajudar ninguém, vinha destruir, eram inimigos do povo. Os demônios vêm para destruir famílias, arruinar vidas financeiras, tem pessoas sendo massacradas. A crise tem feito isso, muitos perdendo o emprego, alguns sem, outros desesperados, se entregam ao alcoolismo. Temendo, eles apregoaram um jejum e buscaram a proteção de Deus. A primeira palavra de Deus em resposta foi: não temais. Jeosafá primeiro teve medo ao receber a notícia, foi sua primeira reação. Você não tem que ter medo diante de uma adversidade, de uma notícia ruim. Aquieta seu coração, porque a pessoa com medo reage muito mal, ela trava. A pessoa com medo, diante de uma circunstância, a adrenalina sobe, a pessoa trava e piora a situação ainda mais, sufoca. A fé é o contrário, é ação, é coragem. O medo retrai a pessoa. Deus falou isso porque eles não tinham como pelejar com aquela multidão. Deus assumiu a luta e só Deus poderia dar aquela vitória. O braço do homem não poderia. E Deus falou para não ter medo nem se assustar com a multidão, porque Ele daria a vitória. Quero chamar sua atenção para um detalhe: embora Deus dissesse para eles não lutarem, não disse para ficarem em casa, nem esperarem atrás dos muros da cidade, disse para eles irem para um determinado lugar. Se a peleja era de Deus, poderiam ter ficado em casa, mas Deus ordenou que fossem ao campo de batalha, de encontro com os inimigos. Uma pessoa com um tumor conseguirá tirar esse tumor? Mas ela terá de vir até a igreja buscar. Na igreja, estarão parados, buscando. Mas quem disse que você está parado e nada está acontecendo? Isso é outra história. Enquanto você está aqui ouvindo a palavra, da mesma maneira que Deus fez por Jeosafá, está pelejando por você. Você tem de vir para a batalha, mas sabe que a vitória, não é você quem pode e vai fazer. Esse parado diz que você deve fazer até o seu limite. O limite deles era ir até o campo de batalha, dali em diante, não podiam fazer mais nada ou seriam esmagados. Eles foram para a batalha e lá, começaram a cantar e louvar a Deus. Deus os desbaratinou e começaram uns a lutar contra os outros. Eram os do monte Seir, que eram inimigos, além dos filhos de Moabe e Amon. Eles lutaram entre si e, quando os moradores do monte Seir caíram, a confusão era de tal forma que continuaram a lutar um contra o outro, entre os filhos de Moabe e Amon. Uma bactéria, uma doença, começa a destruir nossas células. Um remédio entra combatendo esse vírus, esse germe. Mas Deus faz diferente, o próprio vírus se combate e se destrói, porque a mão de Deus toca. Ele faz os próprios inimigos se voltarem uns contra os outros e frustra os planos do diabo. Às vezes, você se preocupa quando inimigos e adversários se levantam contra você, mas tenha Jeoasafá, por exemplo: ele orou, buscou, proclamou jejum, chamou o povo e na hora da batalha, estavam louvando a Deus, adorando. Os seus inimigos, deixa que Deus cuida deles. Vão lutar entre si, vão se destruir, sem encostar em você. Até na obra temos disso de sofrer perseguição, mas como homem de Deus digo que aqueles que estão te perseguindo, eles mesmos vão se acabar, tudo se voltará contra eles. Fique quieto, adore, jejue e cante louvores e deixe eles se destruírem. Não sobrou ninguém dos exércitos. Quando olharam para baixo do monte, onde estava a multidão? A bíblia diz que estavam apenas os corpos em terra. Ai daquele que se levanta contra os ungidos de Deus. Ai daqueles que se levantam contra aqueles que são de Deus, porque não vai sobrar um para contar a história, eles serão desbaratados. Agora vem a parte boa. Deus não quer apenas a derrota dos seus inimigos, essa é só a primeira boa parte da história. Deus elimina as dívidas, os vícios, as doenças, os problemas familiares, restaura, cura, unifica e agora vem o melhor. Era tanta bênção que eles não davam conta de carregar, quanta riqueza. Demorou três dias saqueando aquela turma morta. Na verdade, aquilo que parecia uma situação desesperadora, era providência, porque esses povos, quando saíram para saquear, levaram coisas deles. Deus queria dar riquezas para o povo e permitiu que eles viessem ao ataque, para que tudo fosse para o povo de Deus. Depois de uma luta, vem a prosperidade, a riqueza, a fartura dos despojos. Você tomará bens. Aquilo que os que se levantaram contra você tinham, serão seus. E era mais do que podiam carregar. Deus quer que você tenha abundância além da sua necessidade, que sobre. Esse negócio da pessoa viver no limite da conta? Negativo. Com Deus, sobra. Há abundância. Três dias, porque era muito despojo. Adoraram e voltaram com alegria. E alegria é o que Deus quer nos dar. Após uma vitória, temos alegria. Você voltará para casa alegre, pois recebe hoje uma grande vitória e volta para casa com alegria, como é bom servir a Deus. Ao contrário do derrotado, que volta cabisbaixo. A pessoa trabalha o dia inteiro e chega em casa cabisbaixo, porque o salário é pequeno, as dívidas existem, há pessoas doentes, problemas, brigas. Mas veja, Jeosafá voltou com o povo para casa alegres. Assim será na sua vida. E eles voltaram para a Casa do Senhor. Sabe, alguns fazem o contrário, são abençoados e não voltam para a Casa do Senhor para agradecer. Ao templo. Os povos ao redor de Israel ficaram com medo de invadir as terras deles. Por isso o reino de Jeosafá teve paz. Você quer ter paz, repouso por todos os lados? Para isso, é necessário que você permita que Deus faça. Os inimigos ficarão de longe, nem se atreverão ficar perto de você, porque a notícia da vitória vai se espalhar. Você, que hoje é humilhado, passará a ser exaltado e vão pensar duas vezes antes de falar mal de você. O próprio diabo olhará de banda. Vejam que Deus deu paz para eles. Não é o dinheiro, nem o prestígio ou o status, que darão paz. Há coisas que você não vai conseguir, muitas. É Ele quem vai lutar por nós, mas a nossa parte, temos de fazer, que é buscar, jejuar, clamar, vir à igreja. Você, que acompanha de casa, sabe que nem todo o Brasil poderia vir agora, mas muitos se acomodam para acompanhar de casa, ao invés de virem. O povo saiu à peleja, foi ao campo de batalha. Você, que pode, precisa vir à igreja lutar. Estamos aqui lutando, buscando e Deus fará por nós o que não podemos fazer. Entregue essa peleja nas mãos do Todo Poderoso, porque Deus fará por você o que precisa para que você tenha a sua vitória.

Bispo Jorge
Igreja Mundial do Poder de Deus

VEJA TAMBÉM

0 comentários

Críticas construtivas serão sempre aceitas, mas comentários com palavrões/chingamentos serão automaticamente excluídos!