Últimas Postagens

Os 10 Mandamento no Casamento


Os Dez Mandamentos é o nome dado ao conjunto de leis que, segundo a Bíblia, teriam sido originalmente escritos por Deus em tábuas de pedra e entregues ao profeta Moisés. Eles são a base da moral católica e, segundo as próprias palavras de Jesus, quem ouve os seus mandamentos e os coloca em prática “tem a vida eterna” (Mt 19,16-21).

Certamente se aplicássemos essas leis em nossa vida conjugal, não haveria tantos divórcios e inúmeras famílias desestruturadas. Por essa razão, a proposta deste texto é sugerir que levemos os preceitos cristãos para o nosso lar, a fim de que o nosso casamento também “tenha vida eterna.”

Vamos lá?

Mandamento 1 : “Amar ao próximo como a si mesmo”.

Parece difícil, não? Mas com um pouquinho de esforço, conseguimos colocá-lo em prática. Se amarmos nosso cônjuge como nos amamos, brigas, desentendimentos banais que só geram tristeza, não mais farão parte da nossa vida.

Mandamento 2  :  Não Grite

Ainda que nos irritemos, que nos zanguemos profundamente, não devemos gritar. Observe que mesmo tendo razão em suas queixas, aquele que se exalta nas palavras a perde facilmente, pois tenta se sobressair na discussão pelo tom de voz. Normalmente quem grita deixa escapar o que não deve ou não quer falar.

Mandamento 3 : Perca a briga

Perder uma briga no casamento é muito melhor do que estender a briga e levar a separação. Quando você perde uma briga e encerra a discursão, seu relacionamento ganha,  e seus filhos agradecem

Mandamento 4 : Se for preciso, critique, mas com Amor

É importante deixarmos claro que desaprovamos o fato em si, não a pessoa.  Por exemplo, de nada valerá para o aperfeiçoamento da relação se houver uma reprovação direta àquele que deixou a toalha molhada em cima da cama. Se dissermos que ele é desleixado, ou coisas do gênero, só estaremos ofendendo o outro. Por que não chamarmos a atenção para a cama que ficou molhada ou desarrumada, e para o trabalho que teremos para resgatarmos a situação inicial: cama em condições propícias para o desfrute imediato dos parceiros.

Mandamento 5 : Perdoe

O quinto mandamento propõe a libertação de mágoas cujos fatores que as desencadearam ficaram lá trás. O que passou, passou. Não se deve remoer o passado, a vida é daqui para frente, precisamos perdoar as falhas cometidas numa época em que não conhecíamos determinados valores essenciais para uma existência plena, como a palavra de Deus.

Mandamento 6 :  Não durma sem chegar a um acordo

Tente resolver os conflitos o quanto antes. O diálogo é a melhor maneira para o esclarecimento e a finalização das divergências. Há casais que se deitam sem se falar, ficam emudecidos durante dias, o que contribui para o agravamento do problema. A solução imediata das discrepâncias entre os casais só contribui para o fortalecimento da relação, evitando mágoas e ressentimentos devastadores.

Mandamento 7 : Trate o outro como você quer ser tratado

A #vidaA2 é marcada pelos detalhes, por nossas pequenas atitudes em relação ao outro no dia a dia. Se no tempo de namoro agíamos de forma gentil, carinhosa e amorosa com nosso companheiro, por que não podemos continuar nesse ritmo? É preciso que se resgate essa manifestação de afeto para que o casamento não vá minando a cada instante. Assim, devemos ser atenciosos com nosso parceiro e tratá-lo como gostaríamos de ser tratados. Quanto mais amor plantamos, mais colhemos. Não existe matemática mais perfeita na #vidaA2.

Mandamento 8 : Faça atos de bondade com seu Amor

Aliás, ser amável, bom, afetivo não engrandece apenas o casamento, mas o mundo. Devemos estar atentos a esse fato a todo instante e nos entusiasmarmos com a ideia de que o outro ficará muito feliz com uma palavra de carinho inesperada, com uma mensagem de amor, com um toque ou um beijo diferente. Essas atitudes só tendem a aproximar o casal ainda mais.

Mandamento 9 – Peça desculpas

Precisamos ficar atentos  sobre a importância do pedido de desculpas diante de uma falha, de um mal-entendido. Há quem tenha dificuldades em reconhecer seus erros e consequentemente pedir perdão. Mas essa atitude é fundamental para o amadurecimento do matrimônio. Numa convivência A2 os parceiros devem ser de fato “parceiros”, devem estar lutando por um mesmo ideal, e não comprometê-lo em função de sentimentos travados que causam ainda mais danos naquele que aprisiona uma culpa passível de libertação.  Assim, sempre que necessário, o pedido de desculpas é muito bem-vindo, ele deixará claro que se está lutando por um relacionamento melhor.

Mandamento 10 :  Coloque Jesus no seu casamento

O décimo mandamento é o mais importante para que o matrimônio seja vitorioso: ter Jesus como elo da relação.  Quando Jesus é o elo da vida do casal, este fica amparado, não enfrenta sozinho a complexa jornada da #vidaA2 e passa a receber suporte daquele que instituiu o casamento, daquele que é o maior fã, o maior incentivador da família.

Mas para que Jesus nos auxilie em todos os momentos dessa caminhada, é necessário que O deixemos entrar em nossos lares e participar realmente da nossa vida. Esse é o desejo do Mestre. Em Apocalipse 3:21, Ele diz: “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” Observamos, na passagem bíblica, que disposição o Senhor tem de sobra para nos acompanhar nessa estrada, entretanto, será que temos deixado isso acontecer ou temos nos negado a recebê-Lo em nossos lares?

Quem sabe esta não é a hora de termos Jesus em nossa mesa durante as refeições ou enquanto realizamos tarefas cotidianas; em nossas conversas com o cônjuge ou com os filhos. Enfim, ter o Mestre por perto é garantia de um casamento abençoado e protegido, é pré-requisito para que o casal se torne uma só carne e alcance uma vida plena. Assim, homem e mulher poderão dizer ao mundo que são: casados para sempre.


“É um milagre”, afirma grávida que sobreviveu após ser baleada na cabeça


O caso da tabeliã substituta Michelle Ramos da Silva Nascimento ganhou as manchetes em todo o país após ela ter sido baleada na cabeça no último dia 13 enquanto dois homens roubavam o carro da família. Ela estava no oitavo mês da gestação.

Michelle foi atingida por um tiro quando dois homens tentaram roubar o carro da família em um assalto em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

Após ficar entre a vida e a morte por dias, ela recebeu alta na quarta-feira (24). Seu filho nasceu prematuro e permanece internado na UTI neonatal da unidade de saúde. A situação do quadro dele teve uma evolução surpreendente. “Reconheço que, humanamente falando, sou um milagre”, comemora Michelle, 33 anos. Ela e o esposo Wallace Araújo são evangélicos.

“Sou grata a Deus pelo privilégio de minha vida ter sido renovada e a vida do meu filho também. Quando todos os médicos negaram a existência divina ali eu continuei”, contou ela à imprensa. “Eu creio que seja um milagre. E eu creio que o milagre só aconteceu em nome de Jesus.”

O pai do bebê testemunha que nos primeiros dias, ninguém estava muito otimista, mas ele não perdeu a fé: “Quando aconteceu aquilo no disparo fui até um dos homens e disse: ‘Você matou minha esposa’. E depois no hospital, após a cirurgia, o médico chegou para mim e disse que já tinha feito tudo o que podia fazer. E eu disse a ele: ‘Doutor sou muito grato pelo que o senhor fez, mas há um [Deus] que vai fazer o que os remédios não conseguem fazer’. Ele fez e está fazendo”.

O bebê Antônio Esdras ainda não tem sucção. Por isso, vai se alimentar do leite materno através de sonda por mais alguns dias. A médica Viviane Giordano, coordenadora da UTI Neonatal do Hospital de Clínicas Mário Lioni, em Duque de Caxias, onde mãe e filho estavam internados explica que a criança saiu de um quadro grave de saúde para o de recuperação.

“Ele está melhorando, respirando com os seus próprios pulmões a 100% de ventilação. Fez uma ultrassonografia do cérebro, não foi diagnosticada nenhuma lesão cerebral. Eu estou muito feliz e sou muito grata a Deus”, relata Michelle.

Para o médico Carlos Loja, diretor executivo do Hospital de Clínicas Mário Lioni, explica que o projétil entrou pelo lado esquerdo e saiu um pouco adiante, na parte de trás da cabeça. Felizmente, não atingiu nenhuma parte vital.

“Ela foi alvejada diretamente na cabeça. Já é de se imaginar o que acontece com uma pessoa que recebe uma violência dessa… O que eles fazem suscitar que isso de fato tenha sido um milagre foi essa conjuntura toda. Ela mostrou muita força”, explica.

A decisão do casal em perdoar o homem que atirou nela surpreende: “A Michelle disse que o perdoaria, sim, porque quem seria ela para não perdoar, se ela serve a um Deus que perdoa as transgressõesos erros e os pecados? Seria injusto se ela não perdoasse”, afirmou o esposo. Com informações de UOL e O Globo.

Fonte: Gospel Prime

Moda Masculina - Via Tolentino


Olá amados. Hoje eu venho trazer para vocês, algumas camisetas masculinas lançadas pela Via Tolentino. Que você pode comprar por esse site: https://www.viaevangelica.com.br/







Filme: O Salvador


Baseada no evangelho de Lucas, esta obra oferece uma nova visão sobre a vida e morte de Jesus Cristo. Trata-se de uma interpretação, produzida e realizada na Palestina, que narra honestamente a história do Filho de Deus - desde Seu miraculoso nascimento até Sua agonizante morte.

Em um tempo em que Roma governava o mundo, com o poder da vida e da morte em suas mãos, a província da Palestina Romana estava um caldeirão borbulhante de rebelião e controle. Nesse cenário, Lucas narra uma história de maravilha, assombro e impacto.

O mundo está antecipando esse momento da História, mas ninguém imaginava Deus tocando Sua criação na forma de um bebê chamado Jesus. No entanto, os caminhos de Deus não são os caminhos do homem, e a Sua salvação não é evidenciada na carne; é apenas manifestada no espírito.

Cristo veio para morrer, para ser sacrificado. O caminho para a cruz está cheio de perigos e armadilhas, mas Jesus – o Salvador – venceu a morte e ressuscitou! E esse é apenas o começo de um novo tempo para os filhos de Deus.

Compre esse filme: aqui aqui aqui

Milhões se convertem no Irã após assistir programas de TV via satélite


Quem viu pela televisão as imagens dos protestos no Irã nas últimas semanas talvez não entendeu tudo o que está acontecendo. Pelo menos 21 pessoas morreram em confrontos com a polícia e mais de 1000 foram presos. As agências de notícias falaram muito sobre as manifestações serem por questões econômicas e contra decisões do governo.

Contudo, em grande parte a questão religiosa foi ignorada. Vídeos compartilhados nas redes sociais mostravam que as pessoas estão fartas da teocracia islâmica.

O missionário Mike Ansari diz que a turbulência política está criando oportunidades únicas para compartilhar o amor de Cristo. Ele é presidente dos Ministérios Heart4Iran [Coração pelo Irã], que trabalha junto a 86 ministérios diferentes, com o objetivo de servir e abençoar o povo do Irã.

Ele diz que grande parte do que está realmente acontecendo dentro da nação islâmica não é vista pelo mundo por causa da censura à internet. “Deus está trabalhando no Irã”, declarou Ansari. “Jesus está edificando sua igreja, o Espírito Santo está transformando vidas e o evangelho se espalhando”, explica.

O Heart4Iran é responsável pelo canal Mohabat, que em 2006 tornou-se o primeiro a transmitir 24 horas de programação evangelística em farsi, língua falada no Irã. Hoje, existem outros três canais de televisão por satélite que transmitem programação cristã para o Irã.

“Essas transmissões de TV desempenharam um papel vital no sucesso do movimento subterrâneo da igreja doméstica”, explica Ansari.

Recentemente, 20 iranianos, muitos dos quais aceitaram Cristo após assistirem programas da Mohabat, viajaram para um local não revelado para serem batizados.

Para o experiente missionário, as igrejas domésticas do Irã estão vivendo um crescimento explosivo, assim como milhares de habitantes do Oriente Médio que estão abandonando o Islã para seguir a Jesus.

“De acordo com a Missão Mundial, a igreja subterrânea do Irã é uma das igrejas de crescimento mais rápido do mundo”, aponta Ansari, que completa: “A maioria dos líderes cristãos iranianos acreditam que o movimento das igrejas em casa é que sustenta o cristianismo dentro deste país”.

O repórter George Thomas, da CBN, entrevistou Mike Ansari recentemente, o missionário disse que um dos motivos para o crescimento do cristianismo no Irã é por que o povo está desiludido com o islamismo e eles estão procurando respostas para o sentido da vida. “Eles estão procurando por novas respostas, não estão satisfeitos com sua condição espiritual. Além disso, parece que um grande número deles está realmente tendo sonhos e visões sobre um homem brilhante, vestido de branco, muito antes de nós começarmos a lhes falar sobre Jesus”.

Ansari diz que após quase 40 anos do regime islâmico, “o iraniano médio está percebendo que o islamismo está falido e o Islã não consegue dar as respostas para os dilemas com os quais eles estão lidando, em especial os mais jovens”.

Enfatizou também que “cerca de 16 milhões de iranianos nos últimos 12 meses viram um ou mais dos nossos programas na televisão por satélite e também em seus dispositivos móveis (celulares e tablets). Isso significa aproximadamente 20% da população do Irã e esse é um número irresistível. Nos últimos 11 anos, desde que lançamos nosso canal para o Irã, tivemos um aumento de mais de 400% na audiência o que, para nós, foi absolutamente fenomenal”.

Encerrou dizendo que o canal de TV tem um call center, para onde as pessoas podem ligar gratuitamente para saber mais sobre Jesus. Segundo os registros, são em média 700 contatos por dia. Todos recebem uma oportunidade de aceitar a Jesus, o que lhes permitiu computar 3 decisões a cada hora de agora ex-muçulmanos.

Fonte: Gospel Prime

Diante do Trono lança clipe falando sobre perdão com a música 70×7



O clipe da canção 70 X 7 do Ministério Diante do Trono já está disponível nas plataformas digitais. A música faz parte do projeto “Deserto de Revelação”, lançado em novembro do ano passado. Gravado em Israel e na Jordânia, o disco completo apresenta 13 faixas inéditas.

O single fala sobre perdão e se baseia na passagem de Mateus 18 versículos 21 e 22, onde Pedro perguntou a Jesus quantas vezes deveria perdoar e o mestre respondeu que até setenta vezes sete. Portanto, a canção propaga o amor que deve predominar entre os irmãos.

O projeto foi inspirado em sua grande maioria por experiências vividas pela cantora Ana Paula Valadão. “Uma das minhas inspirações surgiu quando eu estava na casa dos meus pais e tínhamos sido assaltados. Naquela noite nem consegui dormi. Então, me lembrei do povo no deserto que muitas vezes julgamos, mas somos parecidos”, conta a cantora em um vídeo publicado no canal do grupo.

20 anos de ministério
Esse ano promete muitas novidades vindas do Diante do Trono, pois completam 20 anos e querem comemorar em grande estilo. A data especial é em março e terá Congresso de Louvor, Intercessão e Missão com o tema “Tempos e Estações”.

O primeiro álbum do grupo, feito em 1998, se chama “Diante do Trono” e foi gravado na Igreja Batista da Lagoinha (IBL), em Belo Horizonte, Minas Gerais. Durante essas décadas, o ministério acumulou mais de 20 álbuns ao vivo, nove álbuns infantis e quatro em estúdio.

Fonte: Gospel Prime