Últimas Postagens

Música Cristã


O aplicativo MUSICA CRISTIANA é a melhor alternativa para ouvir música em seu smartphone, tablet ou qualquer outro dispositivo com o sistema operacional Android .
MUSICA CRISTIANA tem um design moderno e um grande prazer, é de fácil navegação para que você possa encontrar todas as músicas e louvor cristão rapidamente.

Aqui você vai ouvir as melhores músicas cristãs de todos os tempos , e os melhores artistas cristãos .
- Musica do Hillsong
- Musica do Marcela Gandara
- Musica do Jesus Adrian Romero 
- Musica do Lilly Goodman 
- Musica do Third Day
- Musica do Marcos Witt
- Musica do Hermana Glenda
- Musica do Roberto Orellana
- Musica do Alex Campos
- Musica do Miel San Marcos
- Musica do Matt Redman
- Musica do Chris Tomlin
- Musica do Annette Moreno

Você também vai encontrar as melhores gêneros de música cristã
- Louvor e Adoração
- Christian Bachata
- Christian Balada
- Christian Contemporary
- País cristão
- Christian Eletrônica
- Christian Funk
- Gospel
- Hip Hop cristão
- Christian Children
- Jazz Christian
- Christian metal
- Pop Christian
- Christian Punk
- R & B cristã
- Christian Rap
- Christian Reggae
- Christian Reggaeton
- Rock cristão
- Christian Salsa





Download: Google Play

“Descobri que a água da vida é para quem crê em Jesus”, diz xeique após se converter


O testemunho de conversão de um xeique muçulmano ao cristianismo foi compartilhado por um grupo de missionários que evangelizam na Europa. O homem, nascido e criado no islamismo, sonhou com Jesus após ouvir o Evangelho, e decidiu entregar sua vida ao Filho de Deus.

Sadik* (nome fictício adotado por questões de segurança) estava de férias com a família na Alemanha quando foi abordado por um grupo de missionários cristãos árabes, da organização CRU, em uma área comercial.

De acordo com informações do portal God Reports, o representante da missão CRU, Mike Duggins, relatou que essa é uma estratégia muito eficiente: “Todos os anos, homens, mulheres e famílias da Península do Golfo Árabe passam férias na Europa. E os membros da equipe da CRU estão compartilhando o Evangelho com esses turistas, aproveitando cada oportunidade”.

Os missionários, de origem árabe como os turistas que são abordados, iniciam conversas com turistas desses países, distribuindo recursos cristãos e acompanhando o discipulado. “Em Munique, o missionário Mehdi* conheceu um xeique chamado Sadik na rua. O irmão de Sadik havia se tornado cristão, o que o entristecia. Mas ele disse que se o cristianismo fosse verdade, se alguém conseguisse convencê-lo disso, ele acreditaria”, contou Duggins.

Uma das missionárias, chamada Nafisa*, aproximou-se de Mehdi e Sadik e conversou com ambos por um longo tempo. A certa altura, Nafisa questionou o xeique: “Você tem medo de que isso possa ser verdade?”.

A pergunta “à queima-roupa”, segundo Duggins, deixou Sadik sem resposta. No dia seguinte, Mehdi e Nafisa estavam de volta à rua, distribuindo material cristão e foram surpreendidos por Sadik, que retornou ao local para conversar mais com os missionários.

De acordo com Mike Duggins, a postura de Sadik estava diferente, e o desejo de conversar com os missionários era sincero. Ele revelou que havia tido um sonho na noite anterior e que sua percepção estava diferente.

“Eu estava no deserto correndo e estava com sede. Eu vi você lá, Nafisa. Você estava vestindo um manto branco, com uma cruz na frente e nas costas, e você estava oferecendo água fresca. Eu pedi água, mas você não me dava!”, introduziu o xeique.

Sadik acrescentou que quando despertou do sonho, imediatamente reconheceu a fonte que havia visto. “O sonho mudou meu coração! Eu sabia que era de Deus e que a água da vida é apenas para aqueles que acreditam em Jesus. Então eu orei para que eu encontrasse vocês novamente, o que aconteceu agora!”, afirmou.

Dessa forma, no meio da rua em uma área comercial, ele inclinou a cabeça com os dois missionários e fez sua oração para se entregar a Jesus Cristo. “O missionário Mehdi conseguiu continuar em contato com ele, discipulando-o, enquanto ainda estava naquela viagem missionária”, concluiu Mike Duggins.

Fonte: Gospel Mais

A História do Albogue


O albogue é um instrumento pertencente à família dos instrumentos de aerofone . É um instrumento de sopro que consiste em um tubo de madeira cujas extremidades são 2 pedaços de chifre, um deles maior que o outro, o maior serve para amplificar o som e o pequeno serve para colocar em seu interior um cana para a qual foi feita uma incisão para transformá-lo no órgão sonoro como uma simples cana. No tubo de madeira vários buracos são praticados, o habitual no albogue são três furos na parte superior e um na parte inferior.

A palavra albogue parece derivar do árabe "al-BUQ" (البوق) (literalmente, "a trombeta" ou "o chifre"). Este tipo de instrumento é encontrado em várias culturas, alguns estudiosos indicam que poderia ter origens asiáticas embora devesse ser um instrumento que apareceu em vários lugares ao mesmo tempo. É um instrumento usado por pastores e menestréis.

Na Espanha existem diferentes tipos de albogues, todos documentados e com nomes diferentes, dependendo de onde eles vêm. No País Basco é chamado alboka Basco e é uma derivação do albogue, uma vez que tem dois tubos, um deles com cinco furos e outro com três furos e eles cobrem uma escala de La a F sustentada. Há albogues em Navarra , Castela , Madri (chamada gaita serrana) e Andaluzia (em Cádiz se chama gastoreña ). Há notícias sobre seu uso em outros países, como Marrocos , Grécia , Índia , Grã-Bretanha (o pechão galês ou escocês), Rússia , Finlândia e até algumas regiões da América do Sul . Algumas albogues têm uma alça sob a cana para poder segurar melhor o instrumento; exemplos disso podem ser vistos na Igreja Colegiada de Toro (em um instrumento de tubo único) e nas Cantigas de Santa María (com um pedaço de duas varas). No País Basco que manuseia ou jugo ainda é usado, chamado uztarri, dando a circunstância de que ele também se tornou a marca dos fabricantes, uma vez que cada um usa um design diferente e ornamentos para se diferenciar dos outros.



Fonte: Wikipedia

‘Obrigado’: Luã Freitas apresenta seu novo clipe


O cantor Luã Freitas lançou o clipe Obrigado no canal da MK Music no YouTube, na última segunda-feira, 09 de julho.

O vídeo, no formato que a gravadora define como “music session”, tem produção da empresa BME Multimídia.

A música é parte do repertório do álbum “Simples“, lançado este ano pela MK Music. O próprio Luã Freitas assina a composição de Obrigado.

“Ele é um talento maravilhoso, de Deus, tem uma musicalidade tremenda. Uma dessas oportunidades que fico olhando e pensando que Deus realmente está olhando para a MK. Vocês vão amá-lo! O clipe dele é lindíssimo, assim como sua voz, sua simplicidade. É exatamente isso que vocês vão encontrar no seu CD: a simplicidade de Deus agindo em nossas vidas, no nosso coração. Aquela forma de cantar tão intimista”, elogiou Marina de Oliveira, na ocasião do anúncio da parceria com a gravadora.

Anteriormente, o cantor havia lançado o clipe Nada é Em Vão, logo após a assinatura de contrato com a gravadora.


Fonte: Gospel Mais

Capas Para Facebook: Amizade


Hoje, eu trago para vocês, capas com o tema AMIZADE







‘Salomão Orou’: novo clipe de Fernanda Brum


A cantora Fernanda Brum lançou na última semana o clipe Salomão Orou, no canal da MK Music no YouTube.

A música, composta por Livingston Farias, é parte do repertório do álbum “Som da Minha Vida”. O clipe foi gravado ao vivo durante a Conferência Profetizando às Mulheres, em outubro do ano passado, no Rio de Janeiro (RJ), com aproximadamente 5 mil pessoas na plateia.

De acordo com a assessoria de imprensa, a letra traz uma reflexão a partir da passagem bíblica de II Crônicas 7:14: “Se o meu povo que se chama pelo meu nome, me buscar e orar, se arrepender, minha provisão virá. O meu livramento descerá, cairá sobre a nação”, diz um trecho da canção.

A direção de vídeo é assinada por Felipe Arcanjo, em uma produção desenvolvida em parceria da MK Music, com a empresa Miracle Studios.

Recentemente, Fernanda Brum lançou os clipes das músicas Som da Minha Vida e Quando o Fogo Se Vai, no mesmo formato, live session.


Fonte: Gospel Mais